Veco Noticias

Distanciamento e vacina: ocupação de leitos covid tem uma das menores taxas do ano

O dever de casa está sendo feito, mas o alerta e atenção precisam ser mantidos. É o que recomendam os profissionais que atuam na linha de frente no enfrentamento à pandemia de covid-19 em toda macro-oeste.

Nesta sexta-feira (16) a macrorregião chegou a um dos menores índices de ocupação de leitos desde o início do ano, após meses consecutivos de esgotamento e colapso no sistema.

Segundo a Central de Leitos, hoje a lotação de UTIs covid em toda a macro, considerando as Regionais de Saúde de Pato Branco, Francisco Beltrão, Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu, é de 75,4%. Dos 357 leitos exclusivos, 269 estão com pacientes, ou seja, há 88 liberados.

Destas regionais, a que possui a maior lotação é a de Cascavel com 87% das terapias intensivas estavam lotadas hoje cedo. A regional com menor ocupação é a de Pato Branco com 29% dos leitos lotados.

Hoje cedo havia na fila 3 pacientes aguardando transferência: 2 na Regional de Cascavel e um na de Pato Branco.

Quanto aos leitos de enfermaria a lotação também segue em queda. Nesta manhã das 429 existentes, 260 estavam liberadas, ocupação de 39,4%.

Para os especialistas esse bom desempenho se deve graças ao distanciamento e isolamento social, mas principalmente pelo avanço da vacinação dos públicos mais vulneráveis. A maior parte dos municípios da macrorregional que quebrou a barreira de imunização do público em geral na casa dos 30 a 40 anos. A meta do Estado é imunizar todos os paranaenses, com 18 anos ou mais, com pelo menos uma dose até o mês que vem.

Fonte: Portal 24 horas

Rolar para cima