Veco Noticias

O Assunto #411: Novo ministro, o mesmo Bolsonaro

No pior momento da pandemia, a pressão sobre o Planalto para a troca no comando do Ministério da Saúde cresceu e derrubou Eduardo Pazuello. A favorita ao cargo, a médica Ludhmila Hajjar, recusou o convite de Bolsonaro. Horas depois, o presidente anunciou o novo ministro, o cardiologista Marcelo Queiroga, mas não sinaliza mudança de rumo para a pasta. Você pode ouvir O Assunto no G1, no GloboPlay, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music, no Hello You ou no sua plataforma de áudio preferida. Assine ou siga O Assunto, para ser avisado sempre que tiver novo episódio.

“Se o presidente pudesse, ele não tiraria o Pazuello”, avalia a repórter da Globo Andréia Sadi, convidada de Renata Lo Prete neste episódio. Subserviente ao extremo, fiel executor da política do chefe de não-enfrentamento da pandemia, o terceiro ministro da Saúde do atual governo sobreviveu 10 meses, durante os quais os mortos por Covid saltaram de 15 mil para quase 300 mil. E o general teria durado mais, não fosse a reconfiguração política que começou com a sucessão nas Casas do Congresso e teve capítulo decisivo na semana passada, explica Sadi: “O Centrão está aproveitando o retorno de Lula para reconquistar ministérios que ocupou em outros governos”. No caso específico da Saúde, não só parlamentares, mas também governadores, prefeitos e ministros defendem uma completa mudança de rumo -que ninguém se arrisca a dizer se virá com o médico Marcelo Queiroga. Confirmada no início da noite desta segunda-feira, a escolha do presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, figura próxima do filho mais velho do presidente, causou menos impacto do que a recusa da convidada anterior, a também cardiologista Ludhmila Hajjar. Alegando “incompatibilidade técnica”, ela deixou claro que não teria autonomia, além de relatar as ameaças que sofreu de apoiadores do presidente.

O que você precisa saber:

No pior momento da pandemia, Bolsonaro anuncia 4º ministro da Saúde

Marcelo Queiroga: saiba quem é o novo ministro

‘Boa sorte’, desafios e pessimismo: a repercussão da troca de ministros

Pazuello deixa ministério investigado por omissões

De saída, general faz balanço e anuncia acordos com Pfizer e Janssen

Pazuello cai após pressão do Centrão e de aliados

Mandetta e Teich saíram por discordar de Bolsonaro; relembre trajetórias

‘Um manda, outro obedece’; as frases de Pazuello

‘Cenário é bastante sombrio’, diz médica que recusou convite para ministério

O podcast O Assunto é produzido por: Mônica Mariotti, Isabel Seta, Glauco Araújo, Luiz Felipe Silva, Thiago Kaczuroski e Giovanni Reginato. Apresentação: Renata Lo Prete.

Comunicação/Globo

O que são podcasts?

Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde a gente quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio, a gente acha na internet. De graça.

Dá para escutar num site, numa plataforma de música ou num aplicativo só de podcast no celular, para ir ouvindo quando a gente preferir: no trânsito, lavando louça, na praia, na academia…

Os podcasts podem ser temáticos, contar uma história única, trazer debates ou simplesmente conversas sobre os mais diversos assuntos. É possível ouvir episódios avulsos ou assinar um podcast – de graça – e, assim, ser avisado sempre que um novo episódio for publicado.

Rolar para cima