Veco Noticias

MPF pede providências sobre escassez de remédios e oxigênio em 3 estados e em uma cidade de MG

Minstério Público fez um alerta para a falta de insumos no RN, PI e PA, além do município de Montes Claros (MG). Na semana passada, já havia sido feito o alerta sobre outros estados. O Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia de Covid-19 (Giac), do Ministério Público Federal (MPF), pediu ao Ministério da Saúde a adoção de providências urgentes contra o desabastecimento de oxigênio e de remédios do chamado “kit intubação” nos estados do Rio Grande do Norte, Piauí e Pará, além do município de Montes Claros, no norte de Minas Gerais.

Desde a semana passada, o gabinete informou que já enviou ao ministério alertas similares para evitar o colapso iminente do sistema de saúde por falta de oxigênio em Rondônia, Acre, Amapá e Mato Grosso.

O Brasil vive o pior momento desde o início da pandemia de Covid-19, há pouco mais de um ano. Além da disparada no número de mortos e de novos infectados pela doença, o sistema de saúde nos estados sofre com a sobrecarga e o risco de falta de medicação e insumos.

No caso do Rio Grande do Norte, a documentação mostra falta de remédios do kit intubação e oxigênio medicinal.

Sobre oxigênio medicinal, levantamento realizado no dia 18 de março mostra que 70 municípios do Rio Grande do Norte já receberam sinal de alerta de fornecedores sobre a possível dificuldade em abastecimento e 13 sinalizaram que o estoque é insuficiente para a demanda.

No Piauí, o governo estadual relatou taxa de ocupação de 100% nos leitos de UTI destinados ao tratamento de Covid-19 em Teresina e pediu o envio imediato, em caráter emergencial, de 500 cilindros com capacidade de 10 m3, 250 reguladores de pressão para cilindros e 250 copos umidificadores, para evitar desabastecimento do insumo.

No Pará, documentação elaborada pelo Hospital D. Luiz I da Sociedade Portuguesa Beneficente mostra que é iminente a falta de medicamentos necessários para a intubação de pacientes no estado.

Em Montes Claros, houve pedido de providências imediatas para garantir à rede municipal o fornecimento de 18 remédios do kit intubação.

Rolar para cima