Veco Noticias

Moradores ficam preocupados com cor avermelhada em rio de Cascavel: ‘Parecia sangue’


Segundo a prefeitura, rio ficou vermelho porque uma empresa usou corante durante procedimento em edifício, e município tem fiscalizado ações contra o meio ambiente na cidade. Rio vermelho chama a atenção em Cascavel
Moradores de Cascavel, no oeste do Paraná, ficaram intrigados com a cor avermelhada da água do Rio Quati, no Bairro Neva, e filmaram o caso. Veja o vídeo acima.
“Fui lá e a água estava vermelha. Levei um susto. Falei: ‘o que será que é?’. Na verdade, ficamos muito preocupados porque a água parecia sangue de vermelho”, disse a moradora Nina Dambrósio.
‘Rio vermelho’ intriga moradores de Virmond; IAT afirma que motivo foi queda de galão de tinta
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente informou, nesta sexta-feira (4), que uma empresa foi contratada para fazer uma perícia na galeria pluvial de um edifício e utilizou corante vermelho, por isso, o rio ficou com a cor avermelhada.
Moradora disse que cor da água parecia sangue, em Cascavel
Nina Dambrósio/Imagem cedida
O lixo jogado no leito dos rios, o escoamento de fossas clandestinas e o despejo de resíduos industriais e agrícolas são os principais causadores da poluição nas águas da cidade.
Segundo o ambientalista Adelar Valdameri, atualmente, a cidade está com quase todas as nascentes e rios contaminados, sendo o grande fator de risco para a saúde das águas é a falta de cuidado da população.
“Nós corremos o risco de ficar sem água e ter que buscar água de muito mais longe”, disse.
Como boa parte dos rios são usados pela Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) para captar a água, que é levada até as torneiras dos moradores, a contaminação dos rios significa colocar a própria saúde em risco.
“Seria muito mais fácil se nos juntássemos na mesma causa na defesa desses rios e fizéssemos acontecer o grande sonho que nós temos, que é o de fazer de Cascavel a cidade dos rios floridos”, contou o ambientalista.
De acordo com a prefeitura, os rios da cidade são fiscalizados e os responsáveis pela degradação dos mesmos são multados por crime ambiental.
VÍDEOS: Mais assistidos do G1 PR
Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

Rolar para cima