Veco Noticias

Grávidas estão sendo vacinadas com a vacina da Pfizer em Curitiba, diz prefeitura


Secretaria Municipal de Saúde confirmou informação após Anvisa recomendar a suspensão do uso da vacina da AstraZeneca em gestantes. Grupo começou a ser vacinado na segunda (10). Gestante recebe vacina contra a Covid-19, em Curitiba
Indra Mara de Oliveira/Prefeitura de Curitiba
A Prefeitura de Curitiba informou que está usando a vacina da Pfizer para imunizar grávidas. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde na manhã desta terça-feira (11).
Na noite de segunda-feira (10), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu uma recomendação para que gestantes não sejam vacinadas com o imunizante da AstraZeneca.
Curitiba iniciou a vacinação de gestantes e de mulheres que deram à luz recentemente, na segunda. De acordo com a prefeitura, as doses da Pfizer estão disponíveis em 18 pontos de vacinação da capital.
A secretaria explicou que as unidades são armazenadas em um ultracongelador do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). De lá, são distribuídas e devem ser usadas em até cinco dias.
Gestantes e mulheres que deram à luz que foram imunizadas contra a gripe precisam aguardar 14 dias para receber a vacina contra a Covid-19, segundo a prefeitura.
Para ser vacinada, a gestante precisa apresentar a carteirinha de pré-natal, resultado positivo de gravidez em exame feito em laboratório ou declaração médica emitida pelo Conselho Regional de Medicina (CRM).
Recomendação da Anvisa
Segundo a nota publicada pela Anvisa, a recomendação “é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país”.
Apesar disso, o órgão não deu detalhes sobre quais eventos adversos foram registrados com o uso da vacina da AstraZeneca.
VÍDEOS: Paraná
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Rolar para cima