Veco Noticias

Ex-banqueiro eleito presidente do Equador diz que assume ‘desafio de mudar país’

Guillermo Lasso derrotou o esquerdista Andrés Arauz, aliado do ex-presidente Rafael Correa. Guillermo Lasso, candidato a presidente do Equador, dá entrevista coletiva em 8 de fevereiro

Jose Sanchez Lindao / AFP

O ex-banqueiro conservador Guillermo Lasso se autoproclamou presidente eleito do Equador neste domingo (11) e anunciou que assumirá o “desafio” de mudar seu país, afetado por uma crise econômica agravada pela pandemia Covid-19.

“No dia 24 de maio assumiremos com responsabilidade o desafio de mudar o destino de nosso país e conseguir para todo o Equador as oportunidades e a prosperidade que todos almejamos”, disse o conservador, cuja vitória foi reconhecida por seu rival, o esquerdista Andrés Arauz.

O direitista Lasso, de 65 anos, conquistou a vitória eleitoral em seu porto natal, Guayaquil, enquanto em Quito, Arauz, aliado do ex-presidente socialista Rafael Correa, reconheceu sua derrota.

“Vou dar os parabéns pela vitória eleitoral obtida hoje e vou mostrar-lhe as nossas convicções democráticas”, disse o esquerdista.

O ex-banqueiro governará até 2025. Até o fechamento deste texto, ele tinha 52,51% dos votos, contra 47,49% de Arauz.

Rolar para cima