Veco Noticias

Da raiz bruta a balas e sorvete, produção de gengibre é tradição em Morretes


Nos anos 80, cidade chegou a ser a maior produtora nacional da raiz. Produção anual no município é de 800 toneladas. Gengibre de Morrestes é exportado para Estados Unidos e Europa
De líder nacional no cultivo da raiz ao preparo de doces, balas e sorvetes, a produção de gengibre faz parte da tradição de Morretes, no litoral do Paraná.
A cidade é responsável pela colheita de mais de 25% das 3 mil toneladas anuais do produto no estado. Parte da produção abastece o mercado local, mas outra parte é exportada para Europa e Estados Unidos.
De acordo com a agrônoma do Instituto de Desenvolvimento rural Ruth Pires, a cidade chegou a liderar a produção da raiz no país nos anos 80.
Mas algumas práticas de produtores locais fizeram a cidade perder a liderança.
“Alguns agricultores faziam seleção negativa. Vendiam as mudas de primeira para o exportação, as de segunda para a Ceasa e acabavam por usar a pior peça para fazer muda”, explicou a agrônoma.
A falta de terras na região para fazer o rodízio das colheitas também atrapalhou o desenvolvimento da cultura na cidade.
Tradição
Mesmo assim, a tradição da produção de gengibre se manteve em Morretes.
No centro da cidade, é possível encontrar vários tipos das famosas balas de gengibre sendo vendidas.
Há também o sorvete de gengibre, rico em fibras, por ser feito com a raiz inteira do produto.
“Aprendi a receita com a minha sogra, há 30 anos. Fizemos testes com vários ingredientes, mas o que mais se adaptou foi o leite, que deixa o sorvete cremoso”, conta a proprietária da sorveteria Estela Werner.
Segundo ela, sorvete é sucesso entre os turistas que visitam a cidade.
Sorvete de gengibre é uma das tradições de Morretes
Reprodução/RPC
VÍDEOS: Caminhos do Campo
Veja mais notícias na página do Caminhos do Campo.

Rolar para cima