Veco Noticias

Curitiba completa 10 dias com superlotação de UTIs para adultos com Covid-19


Nesta sexta (4), há 563 pessoas internadas nesses leitos e ocupação chegou a 106%. Aumento de 17 leitos no período não foi suficiente; prefeitura diz que concentra esforços para garantir atendimento. Curitiba completa 10 dias com superlotação de UTIs para adultos com Covid-19
Reprodução/RPC
Curitiba completou 10 dias consecutivos nesta sexta-feira (4) de superlotação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) para adultos com a Covid-19. Além disso, há fila de espera de 192 pessoas por esses leitos na capital e região.
Em 26 de maio, Curitiba ultrapassou pela segunda vez durante a pandemia a ocupação de 100% dos leitos de UTI para adultos. A primeira tinha ocorrido em março deste ano.
CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado
VACINAÇÃO NO PARANÁ: Veja perguntas e respostas
Ao extrapolar a lotação máxima, no fim de maio, Curitiba tinha 515 leitos de UTI para adultos no SUS exclusivos para pacientes da Covid. A taxa de ocupação era de 101%, com 522 pacientes internados.
Paraná fecha maio com 1.250 pessoas à espera de leito hospitalar para Covid-19
Nesta sexta, com 106% de ocupação, há 563 pessoas em UTIs do SUS. O aumento de 17 leitos em 10 dias não foi suficiente. Em nota, a prefeitura diz que está concentrando esforços para atender as pessoas com a doença. Veja a íntegra do posicionamento no fim da reportagem.
Os pacientes além da capacidade dos leitos exclusivos para Covid ficam em vagas de outras especialidades, mas não ocupam o mesmo espaço físico, de acordo com a Secretaria de Saúde de Curitiba.
Nesses 10 dias, o pico de pacientes adultos internados em UTIs do SUS na capital foi em 27 de maio. Naquele dia, havia 568 pessoas nesse tipo de leito – cinco a mais do que nesta sexta.
Quando Curitiba atingiu a lotação máxima dos leitos exclusivos para Covid, em 26 de maio, o boletim da prefeitura registrava 9.952 casos ativos da doença – número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. Nesta sexta, o município informou 10.173.
Fila de espera
Dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) indicam que Curitiba e os municípios da região metropolitana têm fila de 334 pessoas esperando por leitos nesta sexta, sendo que 192 delas aguardam vagas em UTI.
No restante do estado, há outras 835 pessoas em filas de espera nesta sexta-feira. Dessas, 455 precisam de leitos em UTI.
Restrições e números da Covid
Curitiba voltou, na sexta-feira (28), para a bandeira vermelha e fechou o atendimento presencial de serviços não essenciais até 9 de junho. O toque de recolher em vigor ocorre entre 21h e 5h.
Conforme a secretaria municipal, a cidade registrou aumento de 820 casos da Covid e 31 mortes nesta sexta. Os óbitos ocorreram nas últimas 48 horas.
Com isso, o município chegou a 218.855 diagnósticos e 5.535 mortes. Desde o início da pandemia, 203.147 pessoas se recuperaram da doença.
O que diz a prefeitura
“A Prefeitura Municipal de Curitiba vem concentrando todos os esforços possíveis para conter o avanço da Covid-19 e atender as pessoas infectadas pelo novo coronavírus seguindo todos os protocolos médicos.
Foram abertos 342 leitos de UTI exclusivos para Covid e outros mais de 700 leitos clínicos, todos dentro de estruturas hospitalares. Isso equivale a cerca de três hospitais de grande porte.
Está em vigor a bandeira vermelha de alerta máximo à pandemia e o sistema de saúde passou por reorganização. Também, na medida que recebe novas doses de vacinas, Curitiba avança com seu programa de imunização, como acontecerá neste sábado (5/6) com a vacinação de pessoas com 58 anos e mais.
É importante sempre reforçar que a população não deve abandonar as recomendações de evitar aglomerações, de usar máscara e manter o higiene das mãos. A sua saúde e a saúde das pessoas que você ama depende dessas simples e essenciais atitudes.”
VÍDEOS: Pandemia da Covid-19 no Paraná
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Rolar para cima