Veco Noticias

Com lotação de leitos, Toledo diz que não tem mais condições de atender pacientes graves de Covid-19


Pronto Atendimento Municipal está com todos os 23 respiradores ocupados. Reunião com prefeitos da região definiu que pacientes serão enviados para outros municípios. Toledo não tem mais capacidade para receber pacientes com covid
A Prefeitura de Toledo, no oeste do Paraná, emitiu um comunicado afirmando que não tem mais condições de receber pacientes com casos graves de Covid-19, na quarta-feira (9). Cidades da região foram orientadas a direcionar atendimentos para outros municípios.
Os pacientes que precisam de leitos hospitalares com suspeita ou diagnóstico de Covid-19 são recebidos no Pronto Atendimento, onde foi montada uma estrutura com 23 respiradores.
CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado
VACINAÇÃO NO PARANÁ: Veja perguntas e respostas
Apesar disso, todos os equipamentos estão ocupados por pacientes que aguardam transferência para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Uma reunião com prefeitos e o Ministério Público do Paraná (MP-PR) foi feita na quarta-feira. Segundo, a Regional de Saúde de Toledo, os gestores decidiram que não irão mais mandar pacientes para a cidade.
Além disso, os prefeitos devem discutir medidas mais restritivas de circulação de pessoas para conter o avanço da doença em toda a a região.
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) disse que possui uma Central de Regulação de Leitos, onde são concentrados os pedidos de leitos e transferências, e que todos os pacientes estão sendo atendidos.
A Prefeitura de Toledo, no oeste do Paraná
Prefeitura de Toledo
Restrições
Toledo decretou na terça-feira (8) medidas mais restritivas para evitar o contágio do novo coronavírus. As medidas são válidas até 17 de junho.
O município restringiu o funcionamento de atividades, entre 5h e 20h, e determinou o fechamento de serviços não essenciais aos domingos.
Confira o decreto na íntegra
Toledo tem 20.450 casos confirmados e 332 mortes provocadas pela doença, segundo a Sesa. Em todo o Paraná são 1,1 milhão de diagnósticos e 27,3 mil mortos.
VÍDEOS: Paraná
Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

Rolar para cima