Veco Noticias

Acusado de matar namorada com tiro na testa é condenado a seis anos de prisão em regime semiaberto, no Paraná

Caso aconteceu em setembro de 2009, em Campo Largo; réu foi condenado por homicídio e disse que disparo foi acidental, ao mostrar arma para namorada. Homem é condenado por matar namorada em 2009 em Campo Largo
O homem acusado de ter matado a namorada com um tiro na testa em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, foi condenado em júri popular a seis anos de prisão em regime semiaberto.
Kaio Murilo de Oliveira respondia em liberdade e recebeu condenação pelo crime de homicídio simples, em julgamento que durou cerca de seis horas, na terça-feira (24).
O caso aconteceu em setembro de 2009. A vítima, Nataly Samara de Assis, tinha 15 anos quando foi morta. A investigação apontou que a morte foi causada durante uma brincadeira de “roleta-russa”, o que foi negado pelo réu.
Houve atraso nos tramites processuais, porque a Justiça teve dificuldades em encontrar o réu. Ele fugiu após tentar tirar a própria vida e dizer que o tiro tinha sido acidental, conforme testemunhas.
À época do crime, a polícia chegou a afirmar que não havia indícios de que o casal estava brigando e que só uma munição estava na arma. Conforme as investigações, o casal estava na casa de Kaio, quando houve o disparo.
Kaio disse que estava mostrando a arma para a namorada quando o crime aconteceu.
A defesa da família da vítima disse que pretende recorrer da sentença.
Até a publicação desta reportagem, o g1 e a RPC tentavam contato com a defesa de Kaio Murilo de Oliveira.
Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR
Veja mais notícias da região no g1 Paraná.

Rolar para cima