Veco Noticias

Polícia mata oito criminosos em confronto com membros do PCC

Grupo trocou tiros com a polícia na fronteira com o Paraguai

 

Um confronto armado entre policiais e membros de uma facção criminosa terminou com sete mortos na noite de segunda-feira (11), em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, cidade vizinha de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A troca de tiros começou após policiais receberem a informação de que bandidos do Primeiro Comando da Capital (PCC) estariam escondidos em um casa na cidade.

Depois de chegar ao local, os agentes foram recebidos a tiros por oito homens que estavam na casa. Ao revidarem os ataques, os agentes mataram seis integrantes da facção, mas outros dois conseguiram fugir. O confronto na residência envolveu policiais civis de Ponta Porã e da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestro (Garras).

Após a fuga, os policiais civis acionaram militares do Departamento de Operações da Fronteira (DOF) sobre o ocorrido. Os policiais do departamento conseguiram localizar os dois bandidos e houve nova troca de tiros, com a morte de um dos criminosos. Depois, militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) entraram em confronto com o oitavo suposto integrante da facção, que também acabou morto.

Além das sete mortes, a ação resultou na apreensão de sete armas, sendo dois fuzis e cinco pistolas. Três carros foram apreendidos: dois brasileiros e um paraguaio. A polícia agora trabalha para identificar os mortos, pois há suspeitas de que alguns estariam usando documentos falsos.

Os agentes ainda suspeitam que a presença dos criminosos na casa tenha relação com a tentativa de resgate de um brasileiro integrante do PCC, na delegacia de Pedro Juan Caballero, na noite de domingo (10).

Redação Veco Noticias com informações Pleno.news

Separamos Para Você

Rolar para cima