Veco Noticias

Covid-19: Ministério da Saúde endossa retorno de torcidas aos estádios

Um estudo da Confederação Brasileira de Futebol que prevê realização de partidas com torcida ainda este ano recebeu aval do Ministério da Saúde. A ideia é de que os jogos poderiam contar com até 30% do público. Segundo informações do jornal O Globo, o governo condicionou o retorno à manutenção de protocolos e medidas sanitárias por parte de estados e municípios que vão receber as partidas.

Os jogos não poderiam ter torcidas visitantes. Ainda não há data fechada para a mudança, mas está em estudo a possibilidade de que elas já ocorram a partir de outubro. Há também a percepção de que a definição deve valer para jogos em todo o território brasileiro, de maneira uniforme. Apesar disso, o próprio Ministério da Saúde vem alertando para as diferenças regionais entre os estados no controle do coronavírus.

Vale ressaltar que os dados consolidados da semana passada indicam que o Brasil não conseguiu manter a trajetória de desaceleração nos números de contaminados e óbitos pela covid. Houve alta em pelo menos 15 unidades da federação. Entre elas está o Rio de Janeiro, que vem discutindo regionalmente o retorno das torcidas às partidas de futebol.

O que é o novo coronavírus?

Trata-se de uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em humanos os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a síndrome respiratório do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda severa (SRAS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Fonte: Brasildefato

Separamos Para Você

Rolar para cima