Veco Noticias

Em Cascavel 425 servidores públicos receberam ilegalmente o auxílio emergencial

É a segunda cidade do Estado que mais servidores receberam irregularmente o benefício

 

Mesmo sem ter o direito ao benefício, 425 funcionários públicos municipais de Cascavel receberam irregularmente o auxílio emergencial de R$ 600,00 do governo federal. É a segunda cidade do Estado que mais servidores receberam irregularmente o benefício. A primeira é Maringá, com 566 servidores beneficiados.

O levantamento é de um cruzamento de dados feito pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e pela Controladoria Geral da União (CGU). Por questões de sigilo fiscal os nomes dos servidores não foram divulgados.

No Paraná o benefício foi pago para 10.648 servidores municipais de 388 prefeituras. O valor total recebido por esse grupo é de R$ 7.319.400,00.

O benefício foi criado para que a população mais vulnerável possa enfrentar os efeitos econômicos da pandemia da Covid-19. Ele é destinado a desempregados, trabalhadores informais, microempreendedores e autônomos, sendo expressamente vedado a ocupantes de cargos e servidores públicos, efetivos ou comissionados.

Não está afastada a possibilidade de que os servidores supostamente beneficiados possam ter sido vítimas de fraude, o que será investigado em âmbito federal.

Somente 11 prefeituras do Paraná não tiveram registro de servidores envolvidos com o recebimento do auxílio emergencial. São elas: Centenário do Sul, Entre Rios do Oeste, Iguaraçu, Itaguajé, Juranda, Pinhalão, Saudade do Iguaçu, Sertanópolis, Tomazina, Verê e Vitorino.

 Redação Veco Noticias com informações Preto no Branco

Separamos Para Você

Rolar para cima