Veco Noticias

Paralisações e até morte: como a gripe espanhola afetou o futebol brasileiro há 102 anos

Jornais da época apresentam cenário crítico vivido por conta de pandemia em 1918 – que teria influência no primeiro grande título da seleção brasileira

 

Em 1918, o Brasil também viveu um cenário de caos por causa de uma pandemia. Pelo que foi descrito nos jornais da época, na realidade, era um cenário de filme de terror. Acometidos pela gripe espanhola – que matou 50 milhões de pessoas no mundo e, apesar do nome, começou nos Estados Unidos -, corpos ficaram espalhados pelo chão. Faltavam caixões e até coveiros. A polícia saía pelas ruas escolhendo pessoas com aparência física mais forte para cavar valas coletivas. O futebol, como em 2020, não passou ileso.

Em um dos principais fatores, o cenário crítico se espalhou pelo Brasil após o navio Demerara, vindo da Europa, deixar passageiros em diferentes cidades do país infectados pelo vírus influenza. Muitos não sabiam que estavam doentes e ajudaram a propagar a pandemia em tempos de I Guerra Mundial. Inclusive, o presidente eleito do país Rodrigues Alves faleceu por conta do grave problema.

Campeão estadual, Fluminense teve jogador que faleceu

Time do Fluminense, campeão em 1918, antes de jogo com Flamengo e da paralisação do Estadual pela gripe espanhola — Foto: Reprodução/Revista O Malho/Fundação Biblioteca NacionalTime do Fluminense, campeão em 1918, antes de jogo com Flamengo e da paralisação do Estadual pela gripe espanhola — Foto: Reprodução/Revista O Malho/Fundação Biblioteca Nacional

Time do Fluminense, campeão em 1918, antes de jogo com Flamengo e da paralisação do Estadual pela gripe espanhola — Foto: Reprodução/Revista O Malho/Fundação Biblioteca Nacional

O Campeonato Carioca de 1918 transcorreu normalmente até o dia 13 de outubro. Nessa data, o Carioca bateu o Andaraí por 5 a 3, na Estrada Dona Castorina. A essa altura, no entanto, o avanço da gripe espanhola já afetava o futebol no estado, e essa foi a única partida disputada no mês.

Útimo jogo do Carioca antes da paralisação pela gripe espanhola — Foto: Reprodução/Jornal do BrasilÚtimo jogo do Carioca antes da paralisação pela gripe espanhola — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Útimo jogo do Carioca antes da paralisação pela gripe espanhola — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Em novembro, foi além. O campeonato ficou paralisado. O anúncio da pausa, por sinal, veio junto a outra importante competição que teria espaço na capital fluminense: era o Campeonato Sul-Americano ou a atual Copa América.

Copa América e Campeonato Carioca foram adiados por conta de pandemia em 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do BrasilCopa América e Campeonato Carioca foram adiados por conta de pandemia em 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Copa América e Campeonato Carioca foram adiados por conta de pandemia em 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

No caso do Estadual, as partidas só foram retomadas em 8 de dezembro. No fim, o Fluminense foi o campeão, e o Botafogo foi o vice após disputar um jogo de desempate com o São Cristóvão.

Em General Severiano, torcedores assistem a Fluminense x Botafogo antes de paralisação do Carioca de 1918 — Foto: Reprodução/Revista O MalhoEm General Severiano, torcedores assistem a Fluminense x Botafogo antes de paralisação do Carioca de 1918 — Foto: Reprodução/Revista O Malho

Em General Severiano, torcedores assistem a Fluminense x Botafogo antes de paralisação do Carioca de 1918 — Foto: Reprodução/Revista O Malho

Mas, antes de pegar a taça, o Tricolor das Laranjeiras sofreu com a epidemia. O jogador Archibald French faleceu durante a competição após ser infectado. Outro detalhe da campanha é que o Fluminense, com pontuação já para ser campeão, não atuou na última rodada, perdendo de W.O para o Carioca.

Já campeão, Fluminense não participa da última rodada do Estadual de 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do BrasilJá campeão, Fluminense não participa da última rodada do Estadual de 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Já campeão, Fluminense não participa da última rodada do Estadual de 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Primeiro grande título da Seleção foi afetado

Com Copa América adiada, Seleção conquistou competição em 1919, no Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/Revista O MalhoCom Copa América adiada, Seleção conquistou competição em 1919, no Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/Revista O Malho

Com Copa América adiada, Seleção conquistou competição em 1919, no Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/Revista O Malho

Em 1918, também estava previsto para o Rio de Janeiro sediar a Copa América, chamada de Campeonato Sul-Americano à época. No entanto, a gripe espanhola trouxe vários imprevistos e também obrigou a organização a adiar a competição para o ano seguinte, como aconteceu nesta temporada.

Os reflexos da epidemia já desaconselhavam o deslocamento de jogadores. Pouco antes da competição, jogadores que atuavam em São Paulo se recusaram a viajar ao Rio de Janeiro para diminuir o risco de contágio. Os treinamentos faziam parte da preparação para o torneio.

Jogadores de São Paulo não viajam ao Rio de Janeiro por causa da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Jornal do BrasilJogadores de São Paulo não viajam ao Rio de Janeiro por causa da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Jogadores de São Paulo não viajam ao Rio de Janeiro por causa da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Pouco depois, surgiram pedidos públicos de adiamento. O Jornal do Brasil chegou a se posicionar a favor da alteração.

Jornal do Brasil alerta para risco de realização da Copa América, em 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do BrasilJornal do Brasil alerta para risco de realização da Copa América, em 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Jornal do Brasil alerta para risco de realização da Copa América, em 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

No meio do imbróglio, até se cogitou levar a competição para Montevidéu, no Uruguai.

Em 1918, cogitou-se tirar a Copa América do Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/Jornal do BrasilEm 1918, cogitou-se tirar a Copa América do Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Em 1918, cogitou-se tirar a Copa América do Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

No fim, o Rio de Janeiro foi mantido como sede e serviu de palco para o primeiro grande título da Seleção no mês de maio de 1919.

A equipe nacional disputou quatro partidas. Na última delas, venceu o Uruguai por 1 a 0, com gol de Friedenreich, no estádio das Laranjeiras, para um público de 27,5 mil pessoas.

Campeonato Paulista foi finalizado no ano seguinte

Em setembro de 1918, a “grippe hespanhola”, como era escrito na época, já deixava as primeiras vítimas no país. No entanto, o campeonato paulista ainda tinha jogos sendo disputados – a exemplo do que aconteceu em vários estaduais este ano mesmo com a chegada dos primeiros casos do Covid-19.

Campeonato Paulista teve jogos disputados em meio aos primeiros casos de gripe espanhola, em 1918 — Foto: Reprodução/Correio PaulistanoCampeonato Paulista teve jogos disputados em meio aos primeiros casos de gripe espanhola, em 1918 — Foto: Reprodução/Correio Paulistano

Campeonato Paulista teve jogos disputados em meio aos primeiros casos de gripe espanhola, em 1918 — Foto: Reprodução/Correio Paulistano

Mas, após uma breve pausa em outubro por conta dos graves problemas de saúde, houve uma reunião decisiva para o futuro da competição. Em 16 de novembro, ficou acertado entre os nove clubes participantes que a disputa seria retomada em dezembro e finalizada apenas no ano seguinte, logo no mês de janeiro.

A tabela divulgada inicialmente, no entanto, sofreu uma modificação divulgada no dia 11 de dezembro. Nessa retomada, pela pontuação, apenas quatro clubes poderiam disputar o título: Palmeiras (1º lugar), Paulistano (2º), Corinthians (3º) e São Bento (4º).

Campeonato Paulista de 1918 é retomado após pandemia da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Correio PaulistanoCampeonato Paulista de 1918 é retomado após pandemia da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Correio Paulistano

Campeonato Paulista de 1918 é retomado após pandemia da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Correio Paulistano

Como havia times que não poderiam alcançar esses clubes em pontuação, algumas partidas foram canceladas. No fim, o Paulistano ficou com a taça, deixando o Corinthians em segundo lugar.

Jornal relata goleada do campeão Paulistano sobre o Palmeiras, em 1918 — Foto: Reprodução/Correio PaulistanoJornal relata goleada do campeão Paulistano sobre o Palmeiras, em 1918 — Foto: Reprodução/Correio Paulistano

Jornal relata goleada do campeão Paulistano sobre o Palmeiras, em 1918 — Foto: Reprodução/Correio Paulistano

A rodada final que definiu o título para o Paulistano, por sinal, foi histórica. A equipe aplicou 7 a 0 no Palmeiras.

Segundo descrição do jornal Correio Paulistano à época, o Paulistano se apresentou com uma organização “modelar”. Já o Alviverde, teve um “quadro visivelmente desorganizado” e desenvolveu “uma atuação medíocre, abaixo de qualquer crítica possível”.

Classificação final do Campeonato Paulista de 1918 — Foto: Reprodução/Correio PaulistanoClassificação final do Campeonato Paulista de 1918 — Foto: Reprodução/Correio Paulistano

Classificação final do Campeonato Paulista de 1918 — Foto: Reprodução/Correio Paulistano

Em Pernambuco, paralisação durou mais de dois meses

Recife também foi uma das cidades devastadas pela gripe espanhola. Assim, os reflexos da epidemia atingiram rapidamente o futebol. O Campeonato Estadual foi paralisado em 22 de setembro e retomado em 8 de dezembro.

Campeonato Pernambucano de 1918 é retomado após surto da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Diario de PernambucoCampeonato Pernambucano de 1918 é retomado após surto da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Diario de Pernambuco

Campeonato Pernambucano de 1918 é retomado após surto da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Diario de Pernambuco

No meio do caminho, também houve reuniões para definir o que seria feito com a disputa. Chegou-se a sugerir o término da competição e a confirmação do América como campeão, já que liderava o campeonato até a paralisação.

Jornal relata reunião em Pernambuco para ajustar calendário por causa da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Diario de PernambucoJornal relata reunião em Pernambuco para ajustar calendário por causa da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Diario de Pernambuco

Jornal relata reunião em Pernambuco para ajustar calendário por causa da gripe espanhola — Foto: Reprodução/Diario de Pernambuco

A ideia não foi acatada. Após um pedido do departamento que cuidava da higiene da cidade, o Estadual foi retomado em dezembro e finalizado em fevereiro de 1919. No fim, o próprio América conquistou o título, um dos seis que alcançou em sua história centenária.

América-PE vence Sport e confirma título pernambucano de 1918 — Foto: Reprodução/Diario de PernambucoAmérica-PE vence Sport e confirma título pernambucano de 1918 — Foto: Reprodução/Diario de Pernambuco

América-PE vence Sport e confirma título pernambucano de 1918 — Foto: Reprodução/Diario de Pernambuco

Gaúcho teve primeira edição adiada

Em 1918, o Campeonato Gaúcho teria a sua primeira edição formada pelos vencedores das disputas de três regiões. Estavam classificados Brasil, de Pelotas, Cruzeiro-RS e 14 de Julho, de Santana do Livramento.

Era, vale ressaltar, o ano de fundação da federação local.

No entanto, com o avanço da epidemia, a disputa não foi realizada. No ano seguinte, a bola rolou, e o Brasil conseguiu levantar a taça.

Relato de disputa de jogo de futebol no Rio Grande do Sul em 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do BrasilRelato de disputa de jogo de futebol no Rio Grande do Sul em 1918 — Foto: Reprodução/Jornal do Brasil

Separamos Para Você