Veco Noticias

Com gol de falta, Bahia supera o CSA na Fonte Nova

Com apenas três minutos em campo, Arthur Caíke marcou de falta o único gol do Bahia, que venceu o CSA por 1 a 0 na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado é uma mostra da grande fase da equipe baiana no campeonato. O time de Roger Carvalho, que no momento é o 7º colocado, está invicto há cinco jogos e, com 27 pontos, faz a sua melhor campanha no primeiro turno do Brasileiro na era dos pontos corridos, superando os 25 pontos do ano passado.

Já o CSA permanece na vice-lanterna com 12 pontos.

JORDI É DESTAQUE

O goleiro Jordi foi o grande personagem da partida e principal responsável pelo ponto conquistado ponto conquistado pelo CSA. Apenas no primeiro tempo ele defendeu um pênalti e uma cabeçada à queima roupa de Gilberto.
Na etapa complementar, ficou gigante na frente de Guerra e não permitiu que o venezuelano o encobrisse. Além das boas defesas, ainda teve dois lançamentos que deixaram o CSA de frente para o gol. Jordi chegou a espalmar a falta cobrada por Arthur Caíke, mas a bola acabou batendo na outra trave e entrando no gol.

FALTOU SORTE A GILBERTO

Gilberto não conseguiu repetir às boas atuações que o colocou no posto de vice-artilheiro do campeonato. Nos últimos minutos do primeiro tempo teve duas grandes oportunidades, uma chutada para cima e outra defendida por Jordi.

GUERRA: PRIMEIRA VEZ COMO TITULAR

O meia venezuelano Guerra, emprestado pelo Palmeiras, respondeu bem à sua primeira oportunidade como titular no Bahia. Fez boa parceria com Gilberto, deixando o atacante algumas vezes de frente ao gol.

No começo do segundo tempo chegou a tentar encobrir Jordi, mas não conseguiu marcar. Foi substituído aos 17 minutos do segundo tempo.

BAHIA: RECOMPENSADO PELA BOA SUBSTITUIÇÃO

Após o pênalti perdido, o Bahia pareceu se abater momentaneamente. Cresceu novamente já nos últimos minutos, com duas chances perdidas pelo artilheiro Gilberto. No segundo tempo, o time continuou apertando o CSA.

Guerra, que saiu para a entrada de Élber, tentou encobrir Jordi. Aos 37, Roger Carvalho promoveu uma “troca de xarás”, tirando Artur para a entrada de Arthur Caíke, que marcou de falta apenas três minutos depos.

CSA FAZ BOM JOGO

Muito por conta do ótimo jogo de Jordi, CSA conseguiu manter o equilíbrio com o Bahia. Além das boas defesas, incluindo de um pênalti, o goleiro ainda fez dois bons lançamentos que deixaram o time alagoano de frente ao gol baiano.

CRONOLOGIA DO JOGO

O CSA começou bem o primeiro tempo, criando mais oportunidades e com direito a uma defesa de pênalti. Com apenas quatro minutos de jogo, Euller recebeu o lançamento de Jordi e deu um tapa que passou por cima do gol. No minuto seguinte, foi a chance de Jonatan Gómez soltou a bomba e forçou Douglas a defender em dois tempos.

Aos 20, o árbitro Vinicius Gomes do Amaral revisou a falta de Ronaldo Alves em Gilberto e sinalizou pênalti ao Bahia. Artur foi para a cobrança, mas Jordi fez boa defesa. Já nos acréscimos, Gilberto e Guerra trocaram passes, mas o artilheiro do Tricolor acabou chutando para cima, frente a frente com Jordi, que ainda defendeu uma cabeçada de Gilberto logo em seguida.

No segundo tempo, o goleiro do CSA continuou apresentando um ótimo futebol. Impediu que Guerra marcasse de cobertura, mas acabou sendo superado numa jogada de grande sorte do Bahia. Jordi chegou a espalmar a cobrança de falta de Arthur Caíke, mas a bola bateu na trave e entrou no gol.

ÁRBITRO ESTREANTE

Este foi o primeiro jogo de Vinicius Gomes do Amaral na Série A do Campeonato Brasileiro. O gaúcho de 32 anos já havia apitado jogos da Série B e comandado o VAR em outras quatro partidas da primeira divisão.

E foi o vídeo que o auxiliou a marcar o pênalti do Bahia, defendido por Jordi ainda no primeiro tempo. O jogo permaneceu parado por quatro minutos desde a falta até a cobrança.

BAHIA
Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Guerra (Élber); Artur (Arthur Caíke), Gilberto e Lucca (Fernandão). T.: Roger Carvalho

CSA
Jordi, Apodi, Alan Costa, Ronaldo Alves e Carlinhos; Naldo, Dawhan, Jonatan Gomez e Euller (Maranhão); Bustamante (Gamarra) e Alecsandro (Didira). T.: Argel Fucks

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Vinícius Gomes do Amaral (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau (ambos do RS)
Árbitro de Vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)
Público e Renda: 32.483 pagantes e R$ 669.831
Cartões Amarelos: Juninho (Bahia) e Dawhan (CSA)
Gols: Arthur Caíke, aos 40min do segundo tempo

Paraná Portal

Separamos Para Você

Rolar para cima