Veco Noticias

Com gol de Marcelo Cirino, Athletico-PR bate o Atlético Mineiro na Arena

O Athletico-PR venceu o Atlético Mineiro por 1 a 0 neste sábado (17) e reagiu no Brasileirão após o revés para o Botafogo. Com gol do atacante Marcelo Cirino, o Furacão conquistou seu sétimo triunfo no torneio nacional. Além disso, os paranaenses interrompem uma sequência de seis jogos do xará mineiro.

No final do jogo, o goleiro Santos salvou a vitória. Primeiro o camisa 1 defendeu o chute do meia Nathan e, no rebote, ainda fez um milagre no arremate de Chará.

15.644 pessoas estiveram na Arena da Baixada para acompanhar o duelo da 15.ª rodada da Série A.

TABELA

Com o resultado, o Athletico chega aos 22 pontos e alcança, provisoriamente, a oitava posição. Para se manter nessa colocação, o clube precisa secar Ceará e Bahia, que entram em campo neste domingo.

Do outro lado, o Galo segue com 27 pontos e ainda aparece na quarta posição. O time treinado por Rodrigo Santana não sabia o que era perder na Série A há mais de dois meses. O último revés foi no dia 9 de junho, quando foi batido por 3 a 1 para o Santos.

PRÓXIMOS JOGOS

O Athletico se prepara agora para receber o São Paulo na próxima. quarta-feira (21), às 19h15. O duelo vale pela 13.ª rodada, mas foi adiado porque o Furacão foi disputar a Levian Cup no Japão.

Já o Atlético-MG vira a chave e se concentra na Sul-Americana. Nesta terça-feira (20), às 21h30, o Galo recebe o La Equidad, da Colômbia, na Arena Independência.

O JOGO

O time comandado por Tiago Nunes vinha da derrota por 2 a 0 para o Grêmio na Copa do Brasil, mas se recuperou. Com uma boa atuação, o time rubro-negro foi melhor que o xará mineiro.

As duas equipes criaram boas chances, mas o Furacão foi quem mandou a bola na rede. Marco Ruben completou nove jogos sem marcar e Rony também não brilhou, mas Marcelo Cirino assumiu o protagonismo.

Aos 37 minutos do primeiro tempo, o camisa 10 aproveitou a sobra na bola na grande área e bateu firme para o fundo das redes.

Além disso, a partida ainda ficou marcada pela estreia de Adriano. O ex-jogador do Coritiba, Barcelona e Besiktas não suportou atuar os 90 minutos. Deu lugar a Márcio Azevedo aos 34 minutos da etapa final, mas foi bastante aplaudido pela torcida rubro-negra.

Paraná Portal

Separamos Para Você

Rolar para cima