Veco Noticias

Ricardo Oliveira encerra jejum, Atlético-MG vence, e Flu pode entrar no Z-4

Jogando no Independência, o Atlético-MG fez o dever de casa e venceu o Fluminense por 2 a 1, neste sábado (10). A partida, válida pela 14ª rodada, encerrou os jogos de hoje no Brasileirão. Cazares e Ricardo Oliveira, dando fim a uma seca de 15 jogos, marcaram para o Galo. Nenê descontou para o Fluminense já no final do jogo.

Com o resultado, o Atlético voltou a igualar os mesmos 27 pontos do Flamengo, que venceu o Grêmio, mas segue em quarto lugar por causa do saldo de gols. O Flu permanece com 12 pontos e dorme na 16ª colocação, mas pode cair para o Z-4 amanhã se o Cruzeiro vencer o Avaí.

O Fluminense adotou o DNA de Fernando Diniz desde os primeiros segundos. Com troca de passes bem rápidas, o Tricolor conseguiu se infiltrar com facilidade na área atleticana, algo que pouco aconteceu nos últimos jogos do Galo. A movimentação intensa deslocava os defensores do Atlético com frequência, abrindo espaços e quebrando linhas.

Quando não era por terra, o Flu assustava pelo alto. Por causa da falta de pontaria ou das boas defesas de Cleiton, a equipe ficou sem gols antes do intervalo.

A postura e a característica do Fluminense deixaram o jogo muito interessante. A equipe conseguiu envolver o Atlético, que levou alguns sustos e demorou para ajustar sua marcação. Mas o Galo respondeu avançando suas linhas e fazendo pressão na saída de bola, forçando até alguns chutões do adversário. Além disso, o Atlético aproveitou a marcação alta para explorar os lançamentos longos. Após desperdiçar boas oportunidades (além de boas defesas de Muriel), os anfitriões saíram na frente com Cazares, pegando uma sobra dentro da área e batendo firme para marcar.

Parecia que seria mais uma daquelas noites que Ricardo Oliveira passaria em branco. Sem marcar há 15 jogos, ele teve as mais variadas oportunidades. Uma adiantada na bola, algumas boas defesas de Muriel e até o azar impediram o gol no primeiro tempo. Mas na saída errada de Nenê, Elias roubou a bola e Ricardo pegou bonito, da entrada da área, para fazer o segundo do Galo no início da etapa final. Querido por todo o grupo, o camisa 9 viu o banco de reservas cruzar o campo todo para comemorar com ele.

Mesmo sofrendo o segundo gol no início da etapa final, o Fluminense não deixou de atacar. O jogo ficou aberto e o Atlético desperdiçou algumas chances de marcar o terceiro. Próximo dos acréscimos, João Pedro fez boa jogada e Nenê chegou livre para marcar seu primeiro gol com a camisa tricolor. Nos últimos minutos, o Flu ainda tentou um abafa, mas já não havia mais tempo. 2 a 1 placar final.

Folhapress

Separamos Para Você

Rolar para cima