Veco Noticias

Produtores do oeste comemoram anúncio das exportações para a China

A região é a segunda maior bacia leiteira do Estado, mas manter a produção gera mais gasto que lucro.

 

O setor leiteiro vem caminhando com dificuldade há anos. Apesar da região Oeste do Paraná ser a segunda maior bacia leiteira do Estado, o produtor recebe menos do que gasta para manter a produção.

A boa notícia divulgada nos últimos dias deve melhorar essa situação. A China anunciou a abertura de mercado para a exportação de produtos lácteos brasileiros.

Entre os produtos que poderão ser exportados estão os “não fluidos”, como leite em pó e o queijo. A medida poderá impulsionar o setor na região.

Até agora, apenas 24 empresas cumpriram todos os requisitos de exportação exigidos pelo país asiático. Mas, com o tempo, isso vai se refletir em propriedades como a da dona Renati, que está no ramo há 30 anos.

Outro fator que deve ajudar os produtores de leite é a regulamentação do selo arte, que pretende facilitar a comercialização de produtos artesanais por todo o Brasil.

Depois de tanta notícia boa, a esperança da dona Renati é de ampliar a pequena agroindústria e passar a vender para todo o país. Futuramente, quem sabe, exportar para a china.

Catve

Separamos Para Você

Rolar para cima