Veco Noticias

Brasil tem dois gols anulados pelo VAR e empata com Venezuela

O Brasil chegou a marcar duas vezes, mas acabou empatando por 0 a 0 com a Venezuela nesta terça-feira (18), na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa América 2019. 39.622 acompanharam a partida no estádio em Salvador.

Gabriel Jesus e Philippe Coutinho balançaram as redes no segundo tempo, mas as jogadas acabaram sendo anuladas corretamente pelo juiz Julio Bascuñan, que contou com o auxílio do árbitro de vídeo (VAR).

PACIÊNCIA ESGOTADA

Apesar do empate, a seleção brasileira teve uma boa atuação na primeira etapa. Chegou a ter 81% da posse de bola, construiu boas oportunidades e quase não correu riscos. O time chegou ser aplaudido pelos torcedores no intervalo do jogo, ao contrário do que aconteceu na estreia contra a Bolívia.

O problema foi na pontaria. Tirando os gols anulados, apenas um arremate foi em direção ao gol rival. Ou seja, foi uma chuva de chutes pela linha de fundo.

Além disso, o volume de jogo esbarrou na boa defesa venezuelana. As substituições não deram certo, com a exceção de Everton (veja abaixo) e a insatisfação da torcida baiana tomou conta no final do jogo. Gritos de “olé” na troca de passes venezuelanos e vaias ao apito final marcaram o duelo em Salvador.

Do outro lado, a Venezuela comemora. Após 14 derrotas, foi o primeiro ponto conquistado contra um anfitrião de Copa América na sua história.

CLASSIFICAÇÃO

Com o resultado, o Brasil chega aos quatro pontos e agora divide a liderança do Grupo A com o Peru, que venceu a Bolívia por 3 a 1 no Maracanã. Os venezuelanos, com dois pontos, e os bolivianos, sem nenhum, completam a chave.

Na última rodada, a seleção brasileira encara o Peru. O duelo está marcado para o próximo sábado (22), às 16h, no Itaquerão, em São Paulo.

No mesmo dia e horário, a Venezuela enfrenta a Bolívia no Mineirão, em Belo Horizonte.

DESTAQUES

Arthur foi muito bem em seu retorno. Lucas Figueiredo/CBF

O meia Arthur justificou sua entrada no time titular. Ele ditou o ritmo do ataque brasileiro, principalmente no primeiro tempo. Com muita qualidade, encontrava passes entre as linhas venezuelanas e criou boas situações de gol.

Além dele, foi Éverton quem mais chamou a atenção. Teve seu nome cantado pela torcida e criou a jogada que terminou no gol, anulado, de Coutinho. O atacante gremista vai pedindo passagem no time titular de Tite.

QUEM FOI MAL

Filipe Luís, Casemiro, Philippe Coutinho e Roberto Firmino estiveram longe do que podem render. Richarlison e David Neres também oscilaram. Ou seja, Tite tem alguns problemas para melhorar o desempenho da equipe.

Paraná Portal

Separamos Para Você

Rolar para cima