Veco Noticias

Athletico sofre, mas vence Tolima e conquista a terceira vitória seguida na Libertadores

Athletico derrotou o Tolima por 1 a 0 nesta terça-feira (9) e emplacou a terceira vitória seguida na Libertadores 2019.

O gol do triunfo saiu do pé direito do meio campista Bruno Guimarães, aos 33 minutos da etapa final. O camisa 16 arriscou o chute de longe e a bola desviou no meio do caminho para enganar o goleiro Montero.

20.066 pessoas acompanharam o duelo na Arena da Baixada, em Curitiba.

É a melhor campanha de um time como mandante até aqui. Além de estar com 100% de invencibilidade, são oito gols marcados (4 a 0 sobre o Jorge Wilstermann e 3 a 0 contra o Boca Juniors) e nenhum sofrido dentro do estádio rubro-negro.

O Furacão se isolou ainda mais como líder do Grupo G. O time comandado pelo técnico Tiago Nunes chegou aos nove pontos, cinco à frente de Tolima e Boca Juniors. O Jorge Wilstermann, com dois pontos, fecha a chave.

Nesta quarta-feira (10), às 21h30, o Boca recebe o Jorge na Bombonera para completar a rodada.

FORA DA ARENA

O Athletico se prepara agora para a garantir a vaga para as oitavas de final longe de casa, contra Jorge Wilstermann e Boca Juniors.

O primeiro confronto será no o Estádio Félix Capriles, na Bolívia, daqui duas semanas. A partida está marcada a quarta-feira (24), às 19h15. Já no dia 9 de maio, às 21h30, o Athletico encara o Boca Juniors na Bombonera.

Ver imagem no Twitter
A PARTIDA

Na etapa inicial, o Athletico sofreu. Foram quatro chutes, mas só um na direção certa do gol colombiano. Os 66,9% de bola não se refletiu em chances de gol e o Furacão parou no bom posicionamento defensivo do Tolima.

No intervalo, o técnico Tiago Nunes optou por tirar Lucho González e promover a entrada de Tomás Andrade. A mexida deu certo e as chances começaram a aparecer.

Logo aos dois minutos, Camacho aproveitou a sobra do escanteio e bateu firme para a defesa de Montero.

Aos sete, o goleiro voltou a brilhar. Nikão cruzou da direita e Renan Lodi apareceu sozinho na segunda trave. O lateral esquerdo pegou firme para o camisa 12 espalmar e a bola carimbar o travessão.

Ver imagem no Twitter

 

No minuto seguinte, Rony recebeu em velocidade dentro da área e driblou o goleiro, mas chutou na rede do lado de fora.

A medida que o tempo foi passando, o Athletico passou a ficar mais nervoso na partida. Para a sorte dos rubro-negros, Bruno Guimarães arriscou o chute aos 33 minutos. A bola desviou no meio do caminho e enganou o goleiro Montero.

Depois disso, o Athletico controlou o jogo, mesmo com o Tolima saindo para o jogo e abusando das faltas.

Separamos Para Você

Rolar para cima