Veco Noticias

Marco Rúben anota três e Athletico supera o Boca para virar líder na Libertadores

Em um dos melhores jogos do ano, o Athletico venceu o Boca Juniors por 3 a 0 nesta terça-feira (2) e assumiu a liderança do Grupo G da Libertadores 2019. O atacante argentino Marco Rúben marcou todos os gols e selou o segundo triunfo do Furacão no torneio.

Além de assumir a artilharia da equipe, Marco Rúben chega a marca de 15 gols em 22 partidas disputadas em Libertadores.

O duelo, válido pela terceira rodada da fase de grupos, aconteceu na Arena da Baixada e contou com um 33.658 mil espectadores.

Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos seis pontos, dois a mais que os argentinos, e assumiu a ponta da tabela. Tolima, com três pontos, e Jorge Wilstermann, com um, se enfrentam nesta quarta-feira (3) e completam a chave.

O Athletico volta a campo na outra quarta-feira (10), às 21h30, quando recebe o Tolima em Curitiba. No mesmo dia e horário, o Boca encara o Jorge na Bombonera, em Buenos Aires.

“É um sentimento lindo. A equipe entendeu a partida, foi emocionante”, disse Marco Rúben na saída do gramado.

Marco Rúben teve noite de gala na Arena. Foto: Geraldo Bubniak / AGB

O JOGO

Apesar da diferença no placar, o jogo foi equilibrado, principalmente no primeiro tempo. Com apenas 30 segundos, Santos errou na saída de bola, mas acabou defendendo o chute fraco de Carlitos Tevez. A resposta do Furacão veio aos dois minutos, quando Bruno Guimarães cobrou falta para a defesa de Andrada.

Aos 16, o Athletico construiu sua melhor jogada. Santos acertou o lançamento e Rony ganhou na velocidade. O atacante acionou Nikão, que bateu por cima do gol. No minuto seguinte, quase saiu o gol dos hermanos: Villa cruzou da direita e Benedetto cabeceou firme para a bola tirar tinta da trave.

Aos 27, o Athletico teve uma falta frontal e Nikão carimbou a barreira. No contra-ataque, Reynoso chutou firme para uma defesaça de Santos. Aos 29, Rony respondeu com uma pancada, mas Andrada espalmou.

O primeiro gol saiu aos 35. Rony cruzou rasteiro da esquerda, Lucho desviou e Marco Rúben completou para o fundo das redes para incendiar a Arena. Com a vantagem, o Athletico terminou melhor na partida.

SEGUNDO TEMPO

O Boca voltou procurando o empate e o jogo continuou com ritmo alto. Aos 5, Benedetto arrematou por cima do gol. Santos interviu bem aos 11, impedindo que o cruzamento de Villa chegasse nos pés de Tevez.

O jogo ficou “lá e cá”, mas quem brilhou foi Marco Rúben. Aos 23 minutos, Lucho González desarmou e a bola ficou com Bruno Guimarães. O meia cortou para a esquerda e cruzou rasteiro para o centroavante bater e ampliar o marcador.

O terceiro saiu aos 35. Nikão cobrou o escanteio na área e Rony carimbou a trave. No rebote, o artilheiro do Furacão estava lá para anotar o hat-trick.

Totalmente dominante, o Athletico seguiu criando as melhores chances, mas não conseguiu transformar a vitória em goleada.

Paraná Portal

 

Separamos Para Você

Rolar para cima