Veco Noticias

Produtores conhecem modelo de propriedade agroecológica com diversificação de cultura no Oeste

A busca por informações, conhecimento, novas técnicas de cultivo, assim como conhecer modelos de produção estão dentro das ações incentivadas pela Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (Biolabore). Esta semana um grupo de associados à Associação dos Produtores Orgânicos de Palotina (Apop), foi até uma propriedade rural do município de Guaíra para conhecer um modelo de produção sustentável em fruticultura. O manejo e cultivo estiveram em pauta. A agenda contou com apoio da Administração Municipal de Palotina.

O assessor técnico da Biolabore em Palotina, Juliano Casagrande, destaca que a experiência é positiva, tendo em vista a interação, troca de experiências, compartilhamento de mudas e sementes.

Na propriedade em Guaíra, que tem certificado orgânico, segundo Casagrande, há o cultivo de figo, uva, citrus, maracujá e outras variedades frutíferas. O foco é o sistema agroecológico, embasado pela diversificação de culturas para a subsistência familiar.

O resultado deste modelo de produção são alimentos com alto valor biológico, o que é incentivado pela Biolabore, segundo o assessor técnico, por intermédio de contrato com a Itaipu Binacional, no Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável.

Na tarde de campo realizada em Guaíra, o objetivo principal foi conhecer uma pequena área de gestão familiar com a produção sustentável comprovar a possibilidade de haver a diversificação de cultura, conforme Juliano Casagrande.

O técnico frisa que a inovação voltada à qualidade de vida, renda, trabalho, preservação ambiental e desenvolvimento rural estão entre os conceitos incentivados pela Biolabore, assim como a interação e a troca de experiências.

 

Via Assessoria

Separamos Para Você

Rolar para cima