Veco Noticias

“Amor pelo balón!”: Santos trata bem a bola, goleia Bragantino e segue 100% no Paulistão

Peixe vence a quarta seguida sob comando de Sampaoli com mais uma apresentação convincente; Sánchez (duas vezes), Derlis e Jean Mota marcam, e Wesley diminui.

 

RESUMÃO

 

Tem que ter “amor pelo balón”, disse o lateral-direito Victor Ferraz em participação no “Bem, Amigos!”, do SporTV, na última segunda-feira. Nesta quinta, mais uma prova de que a frase de Jorge Sampaoli, bem gravada e repetida na cabeça dos jogadores do Santos, é levada ao pé da letra. Em mais uma bela apresentação coletiva, o Santos goleou o Bragantino por 4 a 1, nesta quinta-feira, em Bragança Paulista, e manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista. Carlos Sánchez (duas vezes), Derlis González e Jean Mota marcaram para o Peixe, que mostrou repertório, criou chances e viu até seus zagueiros se destacarem lá na frente. Se é para o torcedor empolgar, este é o momento… Apesar da queda de ritmo no segundo tempo e o primeiro gol sofrido no campeonato, por Wesley.

COMO FICA?

A vitória leva o Santos a 12 pontos, na liderança absoluta do Grupo A do Paulistão – Ponte Preta e RB Brasil, com cinco, são os rivais mais próximos. O Bragantino continua com cinco pontos no Grupo C, à frente do Corinthians.

ARTILHARIA DUPLA

Os dois principais nomes do setor ofensivo do Santos neste início de temporada continuam calibrados. Derlis González e Jean Mota fizeram um gol cada, ambos no fim do primeiro tempo, e são os artilheiros do Campeonato Paulista com três gols.

ESQUEMA DIFERENTE, MESMO RESULTADO

Sem Diego Pituca, o técnico Jorge Sampaoli apostou numa formação com três zagueiros – mas só no papel, já que Luiz Felipe, aberto pela direita, atuou praticamente como um lateral (e até ponta!), fazendo boa combinação com Victor Ferraz. Pela esquerda, Gustavo Henrique também se lançou e arriscou um chute que terminaria no primeiro gol do jogo, marcado por Sánchez. No meio, Aguilar, contratado pela qualidade na saída de bola, foi quem iniciou as jogadas.

PRIMEIRO TEMPO

O Santos demorou um tempo para se adaptar à formação com três zagueiros e conseguir furar o bloqueio do Bragantino. Prova disso é que a primeira chance de perigo do Peixe saiu apenas aos 20 minutos da etapa inicial. A partir daí, o time comandado por Sampaoli deslanchou e comandou o jogo. Quando Derlis González, até então apagado na partida, acordou, o Santos acordou e fez valer a pressão imposta sobre os mandantes. Foram duas ótimas chances antes de Carlos Sánchez abrir o marcador, aos 37. O uruguaio finalizou da entrada da área e contou com um desvio da defesa para fazer seu primeiro gol em 2019. Até o fim do primeiro tempo, mais duas bolas na rede: Alison encontrou Derlis, que ampliou e fez seu terceiro gol em três jogos. Ainda sobrou tempo para Jean Mota fazer o 3 a 0 (fora o baile). O Peixe foi para o vestiário com uma vantagem justa.

SEGUNDO TEMPO

O Santos começou no mesmo ritmo e chegou logo ao gol, após pênalti sofrido por Arthur Gomes e cobrado com cavadinha, cheio de estilo, por Carlos Sánchez. Ainda que Sampaoli tenha pedido para o time “não parar” em campo, o Peixe naturalmente relaxou e se preservou fisicamente – fator que permitiu o avanço do Bragantino. Marcelo Veiga mudou a equipe da casa, pressionou a saída de bola do rival e, num erro de Luiz Felipe, diminuiu o placar com Wesley. Foi o primeiro gol sofrido pelo Santos no Paulistão, o fim de uma série de 332 minutos sem o goleiro Vanderlei ser vazado.

PÚBLICO E RENDA

Público: 5.862 pagantes.

Renda: R$ 218.970,00.

PRÓXIMOS JOGOS

O Santos volta a campo no próximo domingo, às 19h (de Brasília), para enfrentar o Ituano fora de casa, no Novelli Júnior. O Bragantino, por sua vez, recebe a Ponte Preta no mesmo dia e horário, no Nabi Abi Chedid. Os duelos são válidos pela quinta rodada do Paulistão.

Globo Esporte

 

Separamos Para Você

Rolar para cima